Erros fatais que você DEVE evitar na entrevista de emprego

Muitos candidatos cometem inúmeras gafes durante uma entrevista de emprego, criando situações embaraçosas e até mesmo lhes custando a oportunidade.

Dicas Publicado em 04/06/2019 2437
Erros fatais que você DEVE evitar na entrevista de emprego

Muitos candidatos cometem inúmeras gafes durante uma entrevista de emprego, criando situações embaraçosas e até mesmo lhes custando a oportunidade. Apesar de uma mudança considerável no perfil de várias empresas, onde até mesmo seus colaboradores dizem considerá-la “moderninha”, algumas dicas de comportamento se mantêm. Confira abaixo alguns erros que devem ser evitados:

Usar celular durante a entrevista de emprego
Não faça isso de nenhuma forma! Você deve demonstrar total atenção e interesse ao recrutador. Caso tenha algo que precise monitorar, como um problema de saúde na família, informe antecipadamente. Ficar olhando frequentemente a hora sem explicação também pesará negativamente. Nem precisamos lembrar sobre mensagens de aplicativos e redes sociais, não é mesmo? Se possível, desligue sua internet e evite embaraços.

Chegar cedo demais ao compromisso (ou atrasar)
Por mais que não pareça, chegar muito antes do horário combinado não transmite uma boa impressão. Vai parecer que está desesperado pela vaga. É claro que não deve chegar em cima da hora ou mesmo atrasado. Algo em torno de 10 minutos antes já é mais que o suficiente para mostrar profissionalismo.

Falta ou excesso de humor
Poderíamos falar aqui para ser você mesmo, mas tudo isso depende do clima. O recrutador estará provavelmente entrevistando pessoas o dia inteiro, por isso não seja sério demais a ponto de cansar ou faça muitas piadinhas com qualquer assunto, tornando a situação desagradável ou mesmo fazendo parecer que é infantil. Caso ele deixe a entrevista mais leve e descontraída, “surfe na onda”, mas com bom senso, de forma moderada.

Não tenho defeitos (ou qualidades!)
Quando um recrutador lhe pergunta quais são suas principais qualidades e os maiores defeitos, é de se esperar que a resposta esteja na ponta da língua. Além de usar isso para mapear qual é o seu perfil profissional, principalmente no que diz respeito aos seus maiores talentos e qualificações pessoais (com sinceridade e humildade), eles analisam se você se identifica com a cultura, visão, missão e valores da empresa.

Levar comida para a entrevista
Apesar de algumas pessoas acharem “estiloso” carregar um copo de café ou chá para qualquer lugar, não faça isso para uma entrevista de emprego! As chances de você derramar a bebida na roupa antes de chegar ao local são enormes e a primeira impressão será de uma pessoa suja, molhada e desastrada. De preferência para alimentar-se em casa (quando ainda é possível se trocar rs)

O que você faz nas horas vagas?
Conseguir um bom emprego não é fácil nos dias de hoje. Sabemos que a procura pode consumir a vida de qualquer um, mas não deixe que isso aconteça com você, mesmo porque é possível que o recrutador te pergunte sobre seus hobbies (para mapear sua personalidade, é claro). Respostas como “não tenho tempo para minha vida pessoal” ou “gasto meu tempo procurando emprego” pesarão negativamente.

Não se preparar
Não se preparar para uma entrevista, pesquisando para onde está indo, com quem estará falando ou mesmo o domínio sobre as funções exigidas para a vaga, pode ser uma bola fora. Além disso, a falta de interesse na empresa ou sobre os detalhes e benefícios da vaga oferecida, transmitem insegurança ao recrutador. Procure também conhecer o que já é feito na área para qual você se candidatou e pontue, mesmo que mentalmente, onde você pode ajudar. Assim, na hora que lhe for questionado, a resposta poderá surpreender.

Transmita segurança demonstrando quem você é de verdade. Não é preciso “forçar a barra”, se vangloriando de qualidades demais (falta de humildade) ou fingindo ser quem você não é. Além disso, é constrangedor para um recrutador quando seleciona um candidato e, após ele assumir a vaga, muda seu comportamento. Segundo estes recrutadores, é muito comum contratar alguém por competência e demitir o mesmo pouco tempo depois por comportamento.


Recomendado